Estudar em Portugal virou sonho de consumo de muitos brasileiros.

 

Muita gente conhece apenas o formato intercâmbio, onde o brasileiro já cursa o ensino superior em uma faculdade no Brasil que tenha convênio com alguma universidade de Portugal para que o aluno possa realizar algumas matérias por lá.

 

Os intercâmbios em Universidades portuguesas duram 6 ou 12 meses.

 

A boa notícia é que o governo português facilitou de todas as formas para que brasileiros possam fazer a graduação ou pós graduação (mestrado e doutorado) completa em Universidades de Portugal.

 

É o que vamos explicar aqui.

 

Estudar em Portugal

 

estudar em portugal

 

Para Estudar em Portugal em um curso de graduação em uma faculdade pública você deverá se inscrever no site da universidade que você deseja estudar e dar entrada nessa inscrição com a sua nota do ENEM.
A Universidade vai fazer a conversão da nota considerando as notas das matérias que se encaixam com o curso de graduação escolhido.
Para saber como funciona essa conversão e quais as matérias que a universidade dá mais peso de acordo com o curso é só você entrar no site da universidade que você deseja estudar, pois cada universidade tem sua forma de selecionar.
Ao todo são 27 universidades públicas que são integradas com a nota do ENEM para admitir estudantes brasileiros.
Algumas das universidades mais famosas são:
  • Universidade de Coimbra
  • Universidade de Aveiro
  • Universidade de Lisboa
  • Universidade de Açores
  • Universidade do Algarve
  • Universidade da Madeira

 

Para estudar nas universidades públicas como essas, todos os estudantes devem pagar uma anuidade.

 

O valor da anuidade para os portugueses gira em torno de 1000 euros.

 

Para brasileiros aprovados pelo ENEM o valor fica entre 2000 e 7000 euros, dependendo da universidade.

 

Esse valor é pago com uma entrada em torno de 30% do valor total e o restante é parcelado durante o ano.

 

É possível solicitar bolsa de estudos também, para baixar essa anuidade. O processo de solicitação da bolsa é feito já na própria universidade.

 

 

ESTÁ DIFÍCIL DE ACHAR A INFORMAÇÃO QUE VOCÊ PRECISA ?
Se você quer informações com maior profundidade e bem detalhadas para morar ou trabalhar em Portugal o melhor caminho é acessar o SITE OFICIAL do Guia Morar em Portugal. Indico ele, pois lá, as informações para morar em Portugal passam por revisões sempre atualizadas. Visitar o Site Oficial.

Estudar em Portugal pós graduação

 

Para quem deseja estudar em Portugal para fazer mestrado ou doutorado, o processo de inscrição é feito no próprio site da Universidade que você deseja fazer o curso.

 

Nesse caso não se exige provas. É feita apenas análise de documentos.

 

Deve-se pagar também uma anuidade assim como na graduação. E os valores são semelhantes com as da graduação.

 

Para o caso da pós graduação, a solicitação de bolsas de estudo é mais difícil de ser concedida.

 


Visto de Estudante Portugal

 

Há dois tipos de Visto de Estudante em Portugal .
Visto de residência permanente:  que é para quem vai fazer graduação ou mestrado.
Visto de longa duração: que geralmente é para quem estuda alguma língua inglesa, é mais para quem faz intercâmbio de 6 meses ou até 12.
Para conseguir o visto de estudante, o consulado de Portugal aqui no Brasil vai exigir uma comprovação de renda mínima.
Essa comprovação é através do comprovante de imposto de renda.
Caso o estudante não tenha renda, há a possibilidade dos pais comprovarem sua renda junto com procuração afiançando o filho.

Estudar e Trabalhar em Portugal

 

É possível sim Estudar e Trabalhar em Portugal.

 

O primeiro passo é assim que você chegar em Portugal para estudar você deve procurar o SEF na loja do cidadão da cidade e solicitar o certificado de residência.

 

Com o certificado de residência na mão (pode demorar a ficar pronto), inicia sua busca pela vaga de emprego, pois geralmente as empresas exigem o certificado de residência para assinar o contrato de trabalho.

 

Ao conseguir uma vaga de emprego para trabalhar, você deverá pedir à empresa a carta convite (promessa de emprego), ou o contrato constando a carga horária.

 

Com o carta de promessa ou contrato de trabalho, junto com a declaração da universidade constando os horários de aula, você deverá retornar novamente ao SEF para pedir autorização para trabalhar.

 

Eles irão analisar se os horários de trabalho coincidem com os das aulas e darão a resposta se autoriza o trabalho ou não.

 

 

Se o seu visto é de longa duração, ou seja, para quem está fazendo intercâmbio, geralmente só se aceita trabalhar em meio período do dia.

 

Mas vale a pena tentar.

 


Vale a Pena Morar em Portugal

 

Vale a Pena Morar em Portugal sim.

 

Conviver em um país carregado de cultura, onde os monumentos, castelos e igrejas estão completamente preservados dão um ar cinematográfico ao dia a dia.

 

O maior ganho está no desenvolvimento pessoal. Conhecer como se vive em um país que valoriza a educação e a consciência de um povo como nação se reveste de muito valor.

 

Sem falar que se vive com muita qualidade de vida, cidades limpas, organizadas, com serviços públicos que funcionam tão bem que não existe separação entre as classes sociais.

 

Portugal está no top 10 dos países mais seguros do mundo.

 

Depois disso tudo é fácil concluir que Vale a Pena Morar em Portugal

 


Custo de Vida em Portugal

 

O Custo de Vida em Portugal é um dos mais baixos da Europa.

 

Em se comparando com o Brasil, o valor do salário mínimo em Portugal de 680 euros dá para se comprar mais coisas do que com o salário mínimo do Brasil  aqui no Brasil.

 

O que vai fazer a maior diferença no custos de se viver em Portugal é o aluguel, pois os outros gastos não variam tanto de cidade para cidade como acontece no Brasil.

 

Então, em uma cidade grande como Lisboa e Porto, onde a oferta de lazer e emprego são maiores, o aluguel de um quarto para um casal em uma região bem localizada pode chegar a 600 euros.

 

Já em cidades médias, como Braga, Guimarães, Viseu, Aveiro; esse valor fica em torno de 400 euros.

 

 


Brasileiro em Portugal

 

Brasileiro em Portugal está muito mais comum do que nunca.

 

Hoje em dia já são 80 mil brasileiros legalizados vivendo em Portugal.

 

Se considerarmos os que não estão registrados legalmente, estima-se que esse número ultrapasse os 100 mil.

 

As formas de receber brasileiro em Portugal aumentaram muito.

 

O governo português está abrindo as portas do país para brasileiros com a criação de vários vistos.

 

Existe brasileiro em Portugal estudando, empreendendo, aposentado, investidor e trabalhando com contrato de trabalho.

 

Sem falar que brasileiro em Portugal pode permanecer por 90 dias no país como turista sem necessidade de visto e esse prazo pode ser estendido para mais 90 dias.

 

LEIA TAMBÉM: